quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Quanto vale um pipi?!





Foto: A entrada dos toaletes do "Shopping Metrô" (popular no Centro de Fortaleza). Quem deseja lavar as mãos antes do almoço ou qualquer outra atividade no banheiro antes de fazer uma compra/consumo no shopping é preciso pagar R$ 0,20...

2ps: Os shoppings já ganham com estacionamentos (e como ganham). Agora, você imagine se faturarem por cada pipi?! É... Segundo os funcionários do local, somente pagando que o banheiro fica limpinho, limpinho... BRASILLLLLL!!!

28 comentários:

  1. Até que está barato, aqui em MG chega a R$1,00. Absurdo.

    www.olhaquemaneiro.com.br

    ResponderExcluir
  2. até que ta barato mas ñ tem motivo pra eles cobrarem aff, como vc disse, ele ja devem ganhar demais com estacionamento.. sempre mais forma de ter mais lucro.

    ResponderExcluir
  3. cobrar pra usar banheiro de shopping center???? loucura!!!! aqui em SP cobram apenas quando são banheiros em galerias, e chega a R$1,00, mas cobrar em shopping é sacanagem demais!

    beijo

    ResponderExcluir
  4. Olha, se for de fato limpinho, até acho válido cobrarem. Entretanto, em um dos banheiros da rodoviária daqui de Porto Alegre, eles cobram e é um nojo só, um horror!!! =/

    ResponderExcluir
  5. Somos dois em busca de personagens, Paloma. Acho que essa é uma das coisas que torna o jornalismo interessante.

    Gostei deste assunto. Aqui em SP a cobrança de banheiros existe nas estações de metrô. Se eu não me engane, cobram R$ 0,70, tem catraca e tudo. Sem pagamento, não entra.

    É contraditório pois justamente quem precisa dessa banheiro público são os que não tem R$ 0,70 nem pra cobrar um pão e um leite. Daí, reclamam que certas regiões de SP cheiram a mijo e merda. Contradições.

    Gostei de seu blog. Como disse, o assunto é bom e tem muito a ver com a proposta do meu site. Se tiver interesse em estender esse assunto e publicar no Patifúndio seria muito legal pra gente.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. é, eu acho um absurdo! a maioria das rodoviárias cobra também. 1real e por ai vai, pra usar o banheiro ¬¬'

    ResponderExcluir
  7. GALERAAAA,
    QUE TAL MANDAREM AS FOTOS DOS BANHEIROS NADA "PÚBLICOS" DO NOSSO PAÍS?!

    VAMOS COLOCAR AQUI NO BLOG!!! AGUARDO VOCÊS!

    E-mail: piragibe.paloma@gmail.com

    ResponderExcluir
  8. Agora você imagina o cara que tá apertado (de vontade de ir ao banheiro e de grana)...eu que não queria ser ele!

    ResponderExcluir
  9. kramba
    novidade isso ai
    agora pagamos pra dá uma cagada! rs

    mas esse shopping eu naum conheço
    e moro em fortaleza...
    se alguem souber me responder eu agradeço

    http://historiaspraboidormir.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Mas eu morro velha e não vejo tudo MEEEEESMO...

    prazer, achei seu blog no orkut.

    Laís

    ResponderExcluir
  11. E esse é o nosso país....cobra-se por tudo!
    A única coisa que não é cobrada é o excesso de sem-vergonhice de tanta gente Brasil afora.

    Abraço

    Thiago Toscani
    www.ttoscani.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Mas eu morro velha e não vejo tudo MEEEEESMO...

    prazer, achei seu blog no orkut.

    Laís

    ResponderExcluir
  13. A única coisa que não se cobra no Brasil é o excesso de sem-vergonhice de tanta gente por aí...!

    ResponderExcluir
  14. Retribuindo a visita:
    Que abuso!
    AInda bem que eu não gosto de shoppings e pena que não conheço Fortaleza.

    ResponderExcluir
  15. Em BH os shopps tbm cobram .. não sei se e mais caro mais cobram ,
    aqui nesse pais agente paga por tudo mesmo ..
    pagar para mijar nao me surpreende .

    ResponderExcluir
  16. hauahuahauhau...

    Me lembra uma placa

    Pipi... 0.25
    Cagão... 0,50

    Tá osso...

    www.infoxcomp.com

    ResponderExcluir
  17. ate q ta barato, aqui no rj na central do brasil, e 0,50!



    Se puder passa no meu blog:

    http://paginadacomedia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Aqui no Rio, Paloma, o shopping Tijuca e o shopping 45 estavam cobrando R$ 1,00. Por algum motivo, parece que o shopping Tijuca desistiu da façanha e deixou o "pipi" ser de graça. Já o 45 não sei.
    Há controvérsias a respeito da possibilidade de ser cobrado o uso de babheiros em shoppings. Mas, concordo com vc ao dizer que osshoppings já faturam bastante com estacionamentos. Além, é claro, de alugueís das lojas...
    Vou me informar melhor a respeito do assunto e volto aqui.

    ResponderExcluir
  19. Já paguei 1,00 real pra usar um banheiro,
    foi em aeroporto, revoltante isso mas eh
    algo que não da pra deixar de usar.
    :)

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Como acho seu blog muito maneiro, tem u selo pra você lá no meu...passa lá.

    www.olhaquemaneiro.com.br

    ResponderExcluir
  21. É, em shopping é absurdo cobrar -- até porque a gente já se acostumou, e os shoppings já têm várias outras formas de faturamento. Mas fora de shopping é uma cobrança natural. Segundo me disseram, na Europa é tudo cobradinho -- para que haja manutenção à altura. Beijos e sucesso no blog!

    ResponderExcluir
  22. que maravilha é o nordeste...putz,aqui em Pelotas cobram R$ 1,00. te da por feliz.

    ResponderExcluir
  23. Anônimo9.1.09

    Muito boa postagem...refletindo o Faturamento do shopping contrapondo com o lucro da cobrança de ir ao banheiro!!!...Já vi dar uma quantia " na caixinha" de quem trbalha no banheiro do shopping, restaurante,boates ...mas pagar para usar banheiro num lugar que já tem lucro...realmente é um absurdooooo!!!!
    Fico sua fã a cada dia...sua capacidade de escrever com esse jeito humorado, e sempre voltado para reflexão...é maravilhoso!!!
    bjs Polly

    ResponderExcluir
  24. pô, seu eu não me engano, aqui na rodoviária de SP custa 1 real... até usei numa reportagem sobre os bastidores do terminal; a vontade era tanta q paguei feliz ! hehehe, bjo.

    ResponderExcluir
  25. É um absurdo! Exploração para todo lado, até onde isso vai?! Eu já acho um absurdo até se pagar pela água.
    abs

    ResponderExcluir
  26. O esquema é mijar no chão. Já que tá pagando mesmo, que o façam limpar.

    ResponderExcluir
  27. É realmente muito estranho cobrarem, mas dá para entender.
    Alguém tem que pagar os faxineiros do banheiro, o papel higiênico, a água e eletricidade gasta...
    É até justo se pensarmos assim.

    ResponderExcluir
  28. Um pipi na hora da necessidade não tem preço, a gente sabe. Mas daí os shoppings começarem a cobrar por isso... Desculpem o trocadilho, mas isso vai dar merda...

    ResponderExcluir

PP

Formada em Comunicação Social pela PUC-Rio. Jornalista e produtora audiovisual (e qualquer quebra-galho haha), foi repórter do "Jornal dos Sports", nas editorias de Educação, Cultura & Oportunidades, Saúde, Mais Esportes, e especiais de Futebol, entre 02 e 04. Em televisão, produziu e dirigiu o Programa Pessoa Portadora de Deficiência em Debate (TV Alerj), com Georgette Vidor - quando atuou como sua Assessora de Imprensa, durante nove meses. Passou na seleção do programa Estagiar da "TV Globo" - 04/2005 - para a produção de reportagem da Editoria Rio. Produziu reportagens para os jornais RJTV - primeira e segunda edição, Bom Dia Rio e colaborou com a produção de reportagem do Jornal Nacional, Bom Dia Brasil, Jornal Hoje e Jornal da Globo. Produziu também o Globo Cidade. Foi colaboradora da produção de reportagem do Fantástico, onde buscava personagens e pautas. Produziu o Documentário "Saúde do Professor" para a TV Escola - MEC, 2008. Também dirigiu e produziu o documentário "Hácesso" (34 minutos), com o apoio do cineasta Silvio Tendler, que foca o dia-a-dia de quatro pessoas com diferentes tipos de deficiência (superação, sexualidade, trabalho foram uns dos temas focados). Trabalhou durante dois anos na produtora audiovisual Comunicação Alternativa-Comalt onde produziu o longa-metragem "Alô, Alô, Terezinha", filme sobre Chacrinha, de Nelson Hoineff e outros produtos audiovisuais (TV, Cinema e Celular). Em 2009, passou novamente por um perído de reportagem do Fantástico, na Rede Globo. Em setembro de 2009, recebeu o convite do humorista Tom Cavalcante para Roteirista/ Participar da equipe do "Show do Tom", da Rede Record onde ficou até o fim do programa - dezembro de 2011. Em abril de 2012, recebeu o convite para integrar a equipe, como produtora de Reportagem, do novo programa da jornalista-apresentadora Fátima Bernardes, na Rede Globo.


Muitas ideias na cabeça e vontade...





Já colaborou com a comunicação da ONG CVI-Rio direcionada às pessoas com deficiência. Fez muitos bicos de assessorias de imprensa e eventos com escritores do Rio de Janeiro. Mas o primeiro trampo foi como animadora infantil - animou cerca de 300 "parabéns" - com as equipes "Tio Rodrigo"; "Rá, Tim, Bum" e por conta própria... E como aprendeu nessas festas. :)




Jornalismo como Missão. Humor para a Vida...



Buscar a verdade. Responsabilidade Social, muita "responsa"... Trabalhar em Equipe é fundamental para um sucesso de qualquer produto. Ajude quem estiver ao seu lado, independente da atitude do outro. Seja Grato e Gentil. Ética, Persistência (muita persistência), humildade e acreditar em si mesmo também são essenciais. Criatividade (opine), Ousadia e bom-senso. Faça Acontecer. Seu trabalho tem que ser uma diversão pra você. Fique ligado na Tecnologia. Não se "surpreenda" com alguma atitude negativa do seu próximo, apenas tente fazer a diferença naquilo que acredita, naquilo que faz. Não se "surpreenda" se toda sua força e desempenho incomodar - respire forte e continue trabalhando. Você vai "surpreender". A gente colhe o que planta e o mundo dá voltas, muitas voltas...

Sempre Estude muito sua área e um pouquinho das outras. Alguma atividade que ajude às pessoas, mesma que uma hora e outra. Esteja "perto de verdade", curta ao máximo aqueles que gosta, por menor que seja o tempo. É preciso se divertir fora do trabalho para este render mais e mais... E geralmente, as melhores idéias, pautas não acontecem em assembléias, mas nessas horas de lazer. Aprendizado?!?! Eternamente - até o último suspiro... Uffaaaaaaaaaaaaaa! Vamo que vamo...