quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Casal Pede Dinheiro para Reconstrução de novo "Teto"

A matéria da repórter Adriana Carranca do Jornal "O Estado de S. Paulo" merece destaque:


Adriana Carranca, de O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO - Parecia dia de estreia em Hollywood, com show de bailarinas, telões e transmissão via satélite, enquanto celebridades ecumênicas como o Bispo Gê desfilavam pelo chão de mármore e avançavam sobre o tapete vermelho para tomar seus postos no palco do templo evangélico Assembleia de Deus, que ontem à noite recebeu os convidados da Igreja Renascer em Cristo. Os autodenominados bispos Estevam e Sonia Hernandes apareceram nos telões, direto de Miami, onde cumprem liberdade condicional por conspiração e contrabando.

Foi a primeira vez que o casal se pronunciou publicamente sobre a queda do telhado da sede da Renascer, que no domingo matou nove pessoas. A plateia, estimada em 2 mil pessoas, entre as quais parentes das vítimas, levantou e ovacionou o casal.

"Sinto como se tivesse perdido nove filhos", disse o "bispo". Ele citou uma das vítimas, Maria de Lourdes, que teria afirmado querer morrer dentro da igreja. "Disse que aqui, entre os mortais, há muito trabalho a ser feito, mas que o melhor mesmo é estar ‘perto de Cristo’". Aos parentes, mandou a mensagem: "Essa dor não é de morte, mas de ressurreição", ao que o público gritava "Aleluia!". Estevam continuou: "O sofrimento que o Satanás me causa é para alcançarmos a Glória."

Para domingo, que marca o sétimo dia da morte das vítimas da tragédia, o bispo marcou cinco cultos às 8h, 10h, 15h, 17h e 19h, que será transmitido via satélite de Miami, na Avenida Paulista, na frente do Clube Holms. Ele também prometeu uma marcha na Avenida Lins de Vasconcelos, onde os fiéis teriam a oportunidade de "esmagar a cabeça do Satanás com o calcanhar". "Se tiver trio elétrico, melhor."

Ele também contou que um fiel teria sido chamado à delegacia e quase obrigado a fazer uma denúncia contra a Igreja. "Como é que vou fazer uma queixa contra a casa do Senhor, onde recebo todas as glórias?", perguntava Estevam aos fiéis. "Está cheio de repórteres na porta. E eles estão se perguntando, quem é esse povo e o que fazem aqui?" Os fiéis responderam: "É o povo de Deus!"

Os Hernandes aproveitaram para pedir reforço no dízimo para a reconstrução da sede da Renascer e pediram aos que tivessem contribuições "generosas" que fossem ao palco. Fiéis lotaram o espaço, abanando envelopes com suas ofertas. "Vou entregar tudo o que for necessário para o sacrifício", dizia o bispo.

O casal deve voltar ao Brasil em junho, quando termina a liberdade condicional. Eles foram presos em 2007 no Aeroporto de Miami ao tentar entrar no país com US$ 56.467 escondidos numa Bíblia, em CDs gospel e em duas bolsas, embora tivessem declarado não portar mais do que US$ 10 mil cada um. Passaram 140 dias em uma cadeia, cinco meses em prisão domiciliar, e pagaram multa de US$ 30 mil cada.


-------------------------------------------------------------------------------------

2ps: Não precisa ser "Mãe Diná" pra adivinhar o que esse blog colocou e que muitos sabem: o casal da Igreja Renascer solicitaria, ou melhor, já pediu dinheiro aos "pobres fiéis" - pobres de conhecimento e muitos, claro, com uma situação precária financeiramente - acho que isso dói mais, saber que o leite da criançada, de um remédio vai para a merda da "obra da Igreja".

2ps2: É duro colocar o nome de "Deus" para conseguir manipular mentes e mentes. Mas o mais duro é saber que mesmo as pessoas - com o conhecimento da acusação (acusações) desse casal - acreditarem nas suas palavras... Em um país subdesenvolvido fica fácil controlar e afirmar que a pessoa é pobre ou que seu filho morre em um desabamento (no qual poderia ser evitado) porque Deus quis assim... E por aí vai...

2ps3: Duro vai ser chegar ao céu e encontrar esse casal... Mas acho que eles vão para outro espaço, outro céu, sabe?! Lá no céu da p... Sem mais.

6 comentários:

  1. até parece que não tem dinheiro! :)

    ResponderExcluir
  2. Eu acho ridiculo isso, eles comandam a igreja como se fosse uma empresa e lucram em cima da fé das pessoas.

    http://cunaotemacento.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. haha bando de canalhas
    ja nao basta todo dinheiro que tomaram ainda querem mais

    ResponderExcluir
  4. Deveria ter uma lei pra regulamentar essa zona!

    ResponderExcluir
  5. o pior nisso tudo é que tem gente que realmente acha que tem obrigação de fazer doações para igrejas, sem perceber que o dinheiro que elas dão não está sendo usado de forma correta (ora, se o dinheiro do dízimo fosse usado para os fins que se detina - manutenção do templo - o desastre não teria ocorrido). interessante é ler a nota ofivial publicada no site da Renascer que já pede doações para a recontrução da igreja, mas não fala nada sobre as vítimas que ainda estão internadas.
    é fácil fazer certas coisas nesse país sem se preocupar com a legalidade: se der algo errado é só colocar a culpa no Capeta ou dizer que deus tem algum "propósito".
    infelizmente esses tipos se multiplicam mais e mais a cada dia.

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Quem depende da rede pública no Rio se ferra.

    E ainda chamam de cidade maravilhosa...

    Beijos

    ResponderExcluir

PP

Formada em Comunicação Social pela PUC-Rio. Jornalista e produtora audiovisual (e qualquer quebra-galho haha), foi repórter do "Jornal dos Sports", nas editorias de Educação, Cultura & Oportunidades, Saúde, Mais Esportes, e especiais de Futebol, entre 02 e 04. Em televisão, produziu e dirigiu o Programa Pessoa Portadora de Deficiência em Debate (TV Alerj), com Georgette Vidor - quando atuou como sua Assessora de Imprensa, durante nove meses. Passou na seleção do programa Estagiar da "TV Globo" - 04/2005 - para a produção de reportagem da Editoria Rio. Produziu reportagens para os jornais RJTV - primeira e segunda edição, Bom Dia Rio e colaborou com a produção de reportagem do Jornal Nacional, Bom Dia Brasil, Jornal Hoje e Jornal da Globo. Produziu também o Globo Cidade. Foi colaboradora da produção de reportagem do Fantástico, onde buscava personagens e pautas. Produziu o Documentário "Saúde do Professor" para a TV Escola - MEC, 2008. Também dirigiu e produziu o documentário "Hácesso" (34 minutos), com o apoio do cineasta Silvio Tendler, que foca o dia-a-dia de quatro pessoas com diferentes tipos de deficiência (superação, sexualidade, trabalho foram uns dos temas focados). Trabalhou durante dois anos na produtora audiovisual Comunicação Alternativa-Comalt onde produziu o longa-metragem "Alô, Alô, Terezinha", filme sobre Chacrinha, de Nelson Hoineff e outros produtos audiovisuais (TV, Cinema e Celular). Em 2009, passou novamente por um perído de reportagem do Fantástico, na Rede Globo. Em setembro de 2009, recebeu o convite do humorista Tom Cavalcante para Roteirista/ Participar da equipe do "Show do Tom", da Rede Record onde ficou até o fim do programa - dezembro de 2011. Em abril de 2012, recebeu o convite para integrar a equipe, como produtora de Reportagem, do novo programa da jornalista-apresentadora Fátima Bernardes, na Rede Globo.


Muitas ideias na cabeça e vontade...





Já colaborou com a comunicação da ONG CVI-Rio direcionada às pessoas com deficiência. Fez muitos bicos de assessorias de imprensa e eventos com escritores do Rio de Janeiro. Mas o primeiro trampo foi como animadora infantil - animou cerca de 300 "parabéns" - com as equipes "Tio Rodrigo"; "Rá, Tim, Bum" e por conta própria... E como aprendeu nessas festas. :)




Jornalismo como Missão. Humor para a Vida...



Buscar a verdade. Responsabilidade Social, muita "responsa"... Trabalhar em Equipe é fundamental para um sucesso de qualquer produto. Ajude quem estiver ao seu lado, independente da atitude do outro. Seja Grato e Gentil. Ética, Persistência (muita persistência), humildade e acreditar em si mesmo também são essenciais. Criatividade (opine), Ousadia e bom-senso. Faça Acontecer. Seu trabalho tem que ser uma diversão pra você. Fique ligado na Tecnologia. Não se "surpreenda" com alguma atitude negativa do seu próximo, apenas tente fazer a diferença naquilo que acredita, naquilo que faz. Não se "surpreenda" se toda sua força e desempenho incomodar - respire forte e continue trabalhando. Você vai "surpreender". A gente colhe o que planta e o mundo dá voltas, muitas voltas...

Sempre Estude muito sua área e um pouquinho das outras. Alguma atividade que ajude às pessoas, mesma que uma hora e outra. Esteja "perto de verdade", curta ao máximo aqueles que gosta, por menor que seja o tempo. É preciso se divertir fora do trabalho para este render mais e mais... E geralmente, as melhores idéias, pautas não acontecem em assembléias, mas nessas horas de lazer. Aprendizado?!?! Eternamente - até o último suspiro... Uffaaaaaaaaaaaaaa! Vamo que vamo...